Cardeal brasileiro critica 'preconceito' da mídia

O cardeal d. Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo, criticou na terça-feira o desconhecimento da mídia sobre a Igreja. "É um fato interessante que, de um momento para o outro, todos começaram de novo a falar da Igreja, mesmo sem conhecer bem as questões abordadas", disse o papável por e-mail ao jornal O São Paulo, publicação da Arquidiocese de São Paulo.

O Estado de S.Paulo

07 de março de 2013 | 02h09

Ele acrescentou que houve muitas matérias "sensacionalistas" ou "marcadas pelo preconceito contra a Igreja". Sobre o período de sede vacante, intervalo entre um papado e outro, ele afirmou que "a Igreja nunca fica acéfala ('sem cabeça', ou 'sem chefe')", já que seu verdadeiro chefe é Jesus. "A Igreja não depende só do papa", concluiu o cardeal, para quem a responsabilidade do pontífice é compartilhada com todos os sacerdotes.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.