Cardozo vai à BA acompanhar ações de segurança

Uma comitiva liderada pelo ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, viaja amanhã para a Bahia, com o objetivo de acompanhar as operações que o Estado-Maior Conjunto das Forças Armadas, do Ministério da Defesa, está coordenando para garantir a manutenção da lei e da ordem durante a greve da Polícia Militar do Estado. Integram o grupo a secretária Nacional de Segurança Pública, Regina Miki; e o diretor-geral da Polícia Federal, Leandro Daiello. O chefe do Estado-Maior das Forças Armadas, general José Carlos de Nardi, também estará nessa missão.

AYR ALISKI, Agência Estado

03 de fevereiro de 2012 | 20h00

Em nota, o Ministério da Justiça destaca que além dos 2,8 mil militares do Exército, Marinha e Aeronáutica, estão sendo enviados cerca de 450 policiais da Força Nacional de Segurança Publica, ligada ao Ministério da Justiça. A chegada dos militares e policiais tem como objetivo garantir segurança da população e coibir eventuais ações criminosas. O governador Jaques Wagner, o comandante da 6ª Região Militar, general G. Dias, e o secretário estadual de Segurança Pública, Maurício Barbosa, receberão a comitiva na Base Aérea de Salvador, às 10 horas deste sábado.

Tudo o que sabemos sobre:
grevePMsBahiaCardozo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.