Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians
Daniel Augusto Jr./Ag. Corinthians

Carille nega clima de final e espera o Corinthians inteligente diante do Grêmio

Técnico não quer colocar ainda mais pressão sobre o elenco para a partida em Porto Alegre

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

23 Junho 2017 | 18h03

Alguns torcedores e imprensa tratam o jogo entre Corinthians e Grêmio como uma espécie de final, pois colocam frente a frente as duas melhores equipes do Campeonato Brasileiro. O técnico Fábio Carille deixou claro, em entrevista coletiva nesta sexta-feira, que não pensa da mesma forma, mas destaca a importância de conseguir um bom resultado.

“Não encaramos o jogo como uma final porque não é uma final, é diferente. Final nós fizemos contra a Ponte (Preta, no Campeonato Paulista) e tem outros campeonatos que têm mesmo uma decisão. Vamos lá para fazer um jogo inteligente. E quem quer buscar coisas grandes tem que encarar todo jogo como uma decisão”, comentou o treinador.

Carille prefere tirar o peso da importância da partida para não aumentar a pressão sobre os atletas. “O Renato (Gaúcho, técnico do Grêmio) é um motivador e não sei que linha ele vai trabalhar com seus atletas, mas passo para o grupo que temos de encarar com a mesma seriedade de todos os outros jogos” explicou.

O Corinthians lidera o Brasileiro com 23 pontos, um a menos que o Grêmio, segundo colocado. Carille não esconde que tem uma preocupação grande com o setor defensivo, entretanto, sabe que não poderá pensar apenas em se defender diante da equipe de melhor ataque da competição. “Temos que sair para o jogo também. Quando tivermos a bola, temos que estar comprometidos e agredir. Somar pontos fora de casa é importante”, ressaltou.

Grêmio e Corinthians se enfrentam neste domingo, às 16h, na Arena do Grêmio. 

Notícias relacionadas
Mais conteúdo sobre:
Corinthians futebol Campeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.