Carne suína segue em queda antes do fim da Quaresma--Cepea

Os preços da carne suína continuam em queda no mercado atacadista, antes do fim do período de Quaresma, apontou o Centro de Estudos em Economia Aplicada (Cepea) nesta quarta-feira.

Reuters

27 de março de 2013 | 16h13

Segundo o Cepea, apesar de estar enfraquecida a tradição religiosa de parte da população de não consumir carnes no período, a redução da demanda por este motivo ainda afeta o mercado nacional.

Representantes da indústria consultados pelo centro apontam que, neste início de ano, o principal motivo para a retração dos preços foi a queda da demanda. Nem mesmo a isenção de impostos federais sobre a comercialização das carnes no varejo, em vigor desde o início de março, tem impulsionado as vendas, acrescentaram.

Na última semana, considerada crítica para as vendas por conta da proximidade da Sexta-feira Santa, a desvalorização do suíno vivo segue acentuada. O preço no Oeste Catarinense registrou uma queda de 7,8 por cento, passando para a média de 2,91 reais por kg (animal vivo).

Para ler a análise completa do Cepea, acesse:

(Por Laiz de Souza)

Tudo o que sabemos sobre:
COMMODSSUINOSCEPEA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.