Carro abre-alas da Tom Maior quebra e é puxado por empilhadeiras

Minutos antes do desfile começar, alegoria apresentou problema em mecanismo que dá direção ao carro

Waldimir D'Andrade e Bruno Ribeiro, O Estado de S. Paulo

01 Março 2014 | 06h33

A Tom Maior, depois de muito custo, conseguiu colocar seu carro abre-alas na avenida. A minutos do desfile da escola começar, o carro apresentou um problema no mecanismo que dá direção ao carro, uma espécie de leme.

 

O carro entrou na avenida puxado por duas empilhadeiras. No entanto, até o posicionamento do carro acontecer, houve muita gritaria e até um principio de briga entre um dos coordenadores da Tom Maior e um funcionário da prefeitura. Um caminhão de limpeza estava posicionado em um local que impedia a manobra do abre-alas.

Até o funcionário chegar no caminhão, alguns integrantes da escola tentaram forçar a porta do veículo, o que provocou reclamação do funcionário da prefeitura. Os nervos esquentaram e ambos precisaram ser separados por quem estava perto.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.