Carro-bomba mata ao menos 9 na capital da Somália

Um carro-bomba matou pelo menos nove pessoas nesta quarta-feira perto de um hotel onde os parlamentares geralmente se reúnem na capital da Somália, Mogadíscio, informou a polícia.

REUTERS

08 de fevereiro de 2012 | 15h53

O policial Hassan Ali disse à Reuters que o agressor bateu seu veículo num café próximo ao Hotel Muna, que também foi alvo de um ataque de militantes do al Shabaab em agosto de 2010, no qual mais de 30 pessoas morreram.

"Até agora contamos nove civis mortos e outros 34 feridos. Até agora não vimos parlamentares entre as vítimas. O número de mortos deve aumentar", afirmou Ali.

Embora o al Shabaab tenha retirado suas forças da capital no ano passado, o grupo lança ataques frequentes contra o governo apoiado pelo Ocidente através de suicidas, bombas de beira de estrada e granadas.

O ataque acontece duas semanas antes de uma conferência de um dia em Londres para tratar da instabilidade na Somália e da pirataria no litoral, e no mesmo dia em que o novo enviado especial da União Europeia para o Chifre da África visitou Mogadíscio.

(Reportagem de Abdi Sheikh)

Tudo o que sabemos sobre:
SOMALIACARROBOMBA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.