Carroceiro baleado foge do Hospital da Clínicas, em São Paulo

Givani de Oliveira foi ferido com outros 4, quando dormiam sob uma marquise na zona oeste; um deles morreu

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

10 de setembro de 2008 | 11h32

Givani Pereira de Oliveira, um dos quatro carroceiros baleados durante a madrugada do último dia 4, fugiu do Hospital das Clínicas, onde estava internado, na tarde de segunda-feira. De acordo com a assessoria de imprensa do hospital, o paciente fugiu durante a saída das visitas do hospital. Ele teria emprestado o moletom de Douglas Caleporto, outro ferido no incidente, e teria saído junto com as visitas.   Veja também: Morre um dos quatro carroceiros baleados na LapaAinda segundo o hospital, Oliveira estava bem, mas ainda tinha que se recuperar dos ferimentos. Caleporto continua internado em recuperação. Os quatro carroceiro dormiam sob a marquise da agência do Unibanco, na Lapa, zona oeste de São Paulo, quando ocupantes de um veículo apareceram e efetuaram os disparos. Uma das vítimas morreu no mesmo dia. A polícia já abriu inquérito para investigar o crime. A quarta vítima do incidente teve alta no sábado.

Tudo o que sabemos sobre:
violênciaSão Paulocarroceiros

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.