Cartas

Receita de inseticida natural à base de nim Tenho no quintal três pés de pêssego e um deles está em plena produção. Para evitar o uso de agrotóxicos, tenho ensacado os frutos ainda pequenos, mas, mesmo assim, a quebra tem sido grande por causa de larvas de mosca que se instalam nas frutas. Li sobre o uso do extrato da planta nim como repelente natural e gostaria de informações sobre a forma correta de utilização desse extrato e onde encontrar o produto. Nelson Tanaka nhtk@terra.com.br Se o leitor dispuser de matéria-prima, ele próprio pode preparar receitas à base da planta, diz o engenheiro agrônomo Silvio Roberto Penteado, autor do livro Defensivos alternativos e naturais. Uma das receitas disponíveis no livro é feita com sementes e folhas esmagadas da planta. Deixá-las em repouso por um período de 6 a 12 horas e, depois, pulverizar as plantas com o produto. Quem não tiver a matéria-prima pode encontrar o óleo de nim, já pronto, em lojas de produtos naturais. Usar na dosagem de 0,5% (meio litro de óleo para cada 100 litros de água) e pulverizar nas folhagens e frutos. Se houver sementes disponíveis, a receita para controlar lagartas de hortaliças e gafanhotos é feita com 5 quilos de sementes secas e moídas, 5 litros de água e 10 gramas de sabão. Preparo: amarrados em um saco de pano, coloque os 5 quilos de sementes moídas nos 5 litros de água. Depois de 12 horas esprema e dissolva as 10 gramas de sabão nesse extrato. Misture bem e acrescente água para obter 100 litros de preparado. Aplique imediatamente. Contato, e-mail: silvio@agrorganica.com.br. No site da Bionin (www.bionin.com.br), o leitor encontrará produtos à base da planta e sua indicação de uso. Goiabeira: ensacar frutos evita ferrugem Gostaria de saber o que se pode fazer para combater a ferrugem na goiabeira e qual é o adubo mais adequado para o fortalecimento do solo para plantio de coentro. Aparecido Gonçalves Rodrigues São Paulo (SP) De acordo com o professor da Unioeste Rafael Pio e o pesquisador Edvan Alves Chagas, do Instituto Agronômico (IAC-Apta), para combater a ferrugem da goiabeira é necessário fazer o ensacamento dos frutos com saquinhos de seda (tipo pipoca), quando os frutos ainda estão pequenos, com diâmetro em torno de 1,5 centímetro. Os saquinhos, explicam, devem ser preservados até a colheita dos frutos. "Deve-se ainda fazer pulverizações com produtos à base de cobre, na época quente e chuvosa, segundo as recomendações da cultura. Para isso, é necessário consultar um engenheiro agrônomo", destacam. Mais informações pelos e-mail: rafaelpio@hotmail.com ou echagas@iac.sp.gov.br. Com relação ao coentro, a adubação da terra pode ser feita com adubo NPK (nitrogênio, fósforo e potássio) ou com 1,5 quilo de esterco bem curtido para cada 10 metros quadrados de canteiro, sugerem os técnicos da empresa especializada em sementes Isla. Viveiros têm mudas de fruto-do-sabiá Consulto o Agrícola para saber onde posso adquirir mudas da planta fruto-do-sabiá, ou marianeira. José Antonio Lunardelli jal@ybc.com.br O leitor pode entrar em contato com o viveiro Bioverde, em Limeira (SP), onde a muda, cujo tamanho varia de 80 centímetros a 1 metro, custa R$ 7,50. Bioverde, Rodovia SP 147 (Limeira-Mogi Mirim), km 98,4, tel. (0--19) 3451-1840. Outra opção, também em Limeira, é a Dierberger Plantas, que vende mudas da planta com 30 centímetros por R$ 6. Dierberger Plantas, Rodovia SP 147 (Limeira-Piracicaba), km117, tel. (0--19) 3451-1221. A marianeira, ou fruto-do-sabiá, é uma árvore de baixo porte - como um arbusto -, que dá frutos pequenos, alaranjados e suculentos. A árvore frutifica da primavera ao verão e, normalmente, é plantada para atrair bem-te-vis, sanhaços, sabiás, saíras, tiês, entre outros pássaros. MENSAGENS DE BOAS-FESTAS A equipe do Agrícola agradece e retribui as mensagens com votos de boas-festas: ABC Comunicação; ACP Comunicação; Accesso; ADS Assessoria de Comunicações; Agroceres; Alfredo Kaefer; Andreoli/Manning, Selvage & Lee; Approach; Apraham Minassian (Armênia Orquídeas); Artcom Assessoria de Comunicação; Assesso D Comunicação; Assessoria de Comunicação da Apta; Assessoria de Comunicação da Esalq/USP; Assessoria de Comunicação do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA); Associação Brasileira das Indústrias de Massas Alimentícias (Abima); Associação Brasileira de Agribusiness (Abag); Associação Brasileira de Citricultores (Associtrus); Associação Brasileira de Criadores de Blonde D?Aquitaine Dimanche; Associação Brasileira dos Criadores de Aves de Raças Puras; Associação Brasileira dos Criadores de Girolando; Associação Brasileira dos Criadores de Mini-Horse; Associação Paulista de Criadores de Ovinos (Aspaco); Associação Paulista do Cavalo de Tambor & Baliza; Basf S.A.; Bayer CropScience; Bureau de Idéias Associadas; Burson-Marsteller; CDI; CDN; Celta Jornalismo e Comunicação; Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea); CNH; Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo (Ceagesp); Com Texto Comunicação Corporativa; Comunicação Coopercitrus; Conceito.Com; ContatoCom; Coota; Credit Suisse Hedging-Griffo; Criadores de Simental; Elizabeth Chagas Consultoria e Assessoria em Comércio Internacional; Embral; Embrapa Milho e Sorgo; Embrapa Pantanal; Embrapa Suínos e Aves; Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig); Fernando Braz Tangerino Hernandez; Fundação Mokiti Okada; GWA Comunicação Integrada; Guenter Blanck; Helio Coelho & Filhos; Instituto Agronômico (IAC-Apta); Instituto Agronômico do Paraná (Iapar); Instituto Brasileiro de Frutas (Ibraf); Instituto de Zootecnia (IZ-Apta); Instituto Nacional de Processamento de Embalagens Vazias (Inpev); Instituto para o Agronegócio Responsável (Ares); Johan Dalgas Frisch; Lead Comunicação; LVBA Comunicação; Lwart; Maria Cândida Sampaio; Mecânica de Comunicação; Merial; Monsanto; Organização das Cooperativas do Estado de São Paulo (Ocesp); Paulo Daetwyler Junqueira; Pfizer; Portal Orgânico; Progênie Genética e Consultoria; Round Table on Responsible Soy (RTRS); SaniCitrus Mudas Cítricas; Sato Comunicação; Scot Consultoria; Seguradora Brasileira Rural e UBF Garantias; Sindicato Rural da Alta Noroeste (Siran); Tecnofontes/Acquacenter; Texto Assessoria; Texto&Imagem Assessoria de Comunicação; Tiago Costa, Due Company; Universidade Federal de Lavras (Ufla); WWF Brasil.

O Estado de S.Paulo

31 Dezembro 2008 | 03h56

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.