Cartas

Leitor quer plantar palmito juçara

O Estado de S.Paulo

26 de maio de 2010 | 02h19

Encontrei recentemente em minha cidade palmeiras juçara em fase de produção de sementes e coletei algumas para plantio, uma vez que são bastante raras aqui. Mas não sei como plantá-las.

PAULO ROBERTO BERTÃO

PALMITAL (SP)

Os frutos de juçara (coquinhos) para semeadura podem ser colhidos ainda verdoengos (meio maduros) ou já totalmente maduros (roxos), afirma o engenheiro agrônomo Guenji Yamazoe. "A seguir, pode-se semeá-los em sacos plásticos de 1 litro, enchidos com terra rica em matéria orgânica, numa profundidade de 1 centímetro, devendo permanecer em local sombreado e com a terra úmida", explica o agrônomo. Segundo Yamazoe, a germinação pode demorar de um a seis meses. "Semeando em épocas mais quentes, a germinação é mais rápida", diz. "Quando estiver com cinco, seis folhas, pode-se fazer o plantio debaixo de outras árvores, porém num ambiente não muito sombreado." Em regiões mais quentes e chuvosas a frutificação pode se iniciar aos seis anos, informa, acrescentando que os frutos do juçara são muito apreciados por aves e mamíferos. Informações no e-mail guenji@yamazoe.com.br.

Doença em mamão pode ser varíola

Possuo vários pés de mamão, que vêm apresentando manchas pretas em suas folhas e também nos frutos. A produção não está crescendo adequadamente. O que pode ser isto?

SERGIO K.

MORIMOTO

MARÍLIA (SP)

Pela descrição, o fitopatologista José Aires Ventura acredita se tratar da pinta preta ou varíola, doença causada pelo fungo "Asperisporium caricae" e muito comum em pomares comerciais, cultivos domésticos e em plantas na beira de estradas. "Quando a doença ocorre com grande severidade nas folhas, o desenvolvimento da planta, principalmente das mais novas, é afetado", explica Ventura, pesquisador do Instituto Capixaba de Pesquisa, Assistência Técnica e Extensão Rural (Incaper). Segundo o pesquisador, plantas com desequilíbrio nutricional e estresse hídrico tornam-se mais predispostas ao aumento da severidade dessa doença. "Visando à redução da fonte de inóculo, o leitor deve eliminar as folhas mais velhas com sintomas de alta severidade da doença", recomenda. "O controle químico deve ser iniciado logo que forem observados os primeiros sintomas da doença, quando as plantas ainda estão na fase inicial de crescimento", afirma. Existem fungicidas registrados no Ministério da Agricultura para o controle da varíola, mas a aplicação do produto deve ser orientada por um engenheiro agrônomo, que também emite um receituário agronômico para a compra do produto. Outra dica é realizar o monitoramento das plantas, conforme Ventura. "Deve-se observar as folhas mais velhas, onde ocorrem inicialmente as lesões. Os cinco primeiros meses após o plantio, quando as plantas são mais suscetíveis, é o período mais crítico para o controle da doença nas folhas." Incaper, tel. (0--27) 3137-9888.

Cuidado ao lidar com marimbondos

Peço por gentileza orientação para combater marimbondos que se instalaram na chaminé de uma casa que possuo na Serra

da Cantareira.

JÚLIO LITVOC

JULITVOC@USP.BR

"Se o ninho estiver fora da chaminé e numa posição acessível, ou seja, se puder ser facilmente envolvido por completo por um saco plástico, pode-se tentar remover por conta própria. Caso contrário, se o ninho estiver do lado de dentro da chaminé, é melhor procurar ajuda especializada", alerta Antônio Padovani, mais conhecido como Toninho das Abelhas, dono da SOS abelhas, empresa especializada na remoção desses insetos. Padovani ainda destaca que a remoção do ninho deve sempre ser feita durante a noite, quando os marimbondos estão todos lá dentro. Por essa razão ele insiste que as pessoas só se arrisquem da fazê-lo se o acesso ao ninho for fácil. "Isso porque são insetos agressivos, cuja picada pode causar reações alérgicas graves." Em relação ao que fazer com o ninho cheio de insetos, o especialista recomenda procurar uma região de mata para deixar a colônia. Feito isso, é preciso tomar precauções para que os marimbondos não voltem a se instalar no mesmo local. "É preciso eliminar o cheiro que o ninho deixou na área onde foi construído. Para isso, basta borrifar o local com óleo queimado ou produtos à base de piche." Antônio Padovani, SOS Abelhas. Tel. (0--11) 4221-6690.

Jabuticabeira não segura frutos

Minha jabuticabeira está plantada em um local que bate bastante sol de manhã. Ela dá frutos, mas eles mal crescem e caem e, quando crescem, ficam sem sabor.

ROSEMEIRE CARPI

MAIRIPORÃ (SP)

De acordo com o pesquisador científico do Instituto Agronômico (IAC), José Emilio Bettiol Neto, a não fixação de frutos pode estar relacionada a diversos fatores. "Apesar de estar plantada em local onde haja insolação constante, a árvore pode não estar alcançando devidamente o interior da copa da planta, propiciando condições adequadas à instalação e ao desenvolvimento de pragas e doenças", diz. Segundo ele, um dos manejos recomendados seria a prática da poda, que permitiria maior insolação e arejamento interno da copa. Quanto às características dos frutos, Betiiol diz que estas podem estar relacionadas, dentre outros fatores, à espécie em questão. "Existem diferenças marcantes entre os aspectos fisicoquímicos dos frutos por elas produzidos. O raleio de flores e frutos aumenta o tamanho destes. Por outro lado, a umidade do solo também é muito importante para o desenvolvimento adequado, uma vez que eles possuem elevada porcentagem de água em sua composição." Em função das inúmeras possibilidades, Bettiol recomenda a visita de um profissional habilitado para que ele possa analisar os problemas. José Emilio Bettiol Neto. Tel. (0--19) 2137-0600.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.