Casal de estudante da USP é preso por tráfico de drogas

Dois estudantes da USP, Samara Soares de Oliveira e Leandro Nunes, ambos de 26 anos, são investigados por tráfico de drogas no interior de São Paulo. Eles foram presos com 533 comprimidos de ecstasy, 45 pontos de LSD, 12 porções de haxixe e uma de maconha em Sertãozinho (SP). Ao serem pegos, alegaram ter gasto R$ 10 mil comprando a mercadoria em Ribeirão Preto (SP). A prisão ocorreu no domingo, 15.

RENE MOREIRA, ESPECIAL PARA AE, Agência Estado

18 de setembro de 2013 | 15h49

Segundo a polícia, o casal contou que toda a droga seria comercializada em festas rave de São José do Rio Preto (SP).

Os dois são namorados e de classe média-alta, já tendo viajado por várias partes do País e do mundo, como mostram fotos postadas nas redes sociais. Nas imagens eles estão em locais como Estados Unidos, Itália, Holanda e Dubai.

Samara está no penúltimo ano de engenharia elétrica na USP de São Carlos (SP) e faz estágio na região em uma empresa pública, mas sua família reside em Franca (SP). Já o rapaz cursa o último ano de química, também em São Carlos, e sua família seria de Ribeirão Preto (SP).

Flagrante

Os dois foram presos quando seguiam de carro pela Rodovia Atílio Baldo, município de Sertãozinho. Após serem autuados em flagrante foram mandados para cadeias da região. O crime de tráfico está previsto na Lei 11.343/2006 e pode render de 5 a 15 anos de reclusão. Mas se o acusado cumprir alguns requisitos, como ser primário, pode conseguir a redução da pena.

Mais conteúdo sobre:
tráficodrogasUSP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.