Casal Nardoni chega para fase final de julgamento

Alexandre Nardoni e Anna Carolina Jatobá já chegaram ao Fórum de Santana, no bairro Limão, zona norte de São Paulo, para o quinto dia de julgamento do caso Isabella. A expectativa é que o júri termine até a madrugada de sábado, com a leitura da decisão dos sete jurados que fazem parte do conselho de sentença. Se for condenado, o casal pode pegar mais de 30 anos de prisão - o pai de Isabella está sujeito a uma pena maior do que a madrasta, por ter cometido um crime contra um descendente.

SOLANGE SPIGLIATTI, Agencia Estado

26 de março de 2010 | 08h50

Alexandre chegou por volta das 8h30 para acompanhar os debates entre defesa e promotoria. Anna Carolina Jatobá, madrasta de Isabella, chegou às 8h08. O casal Nardoni é acusado de homicídio doloso (quando há intenção de matar) com três qualificadoras, que podem agravar a pena final. São elas: meio cruel (asfixia); recurso que impossibilitou a defesa da vítima (jogá-la inconsciente pela janela); e assegurar impunidade de outro crime (o casal teria jogado a menina para ficar impune do que havia feito no apartamento).

Em frente ao prédio onde ocorre o julgamento - previsto para recomeçar às 9 horas -, a grande movimentação de curiosos e estudantes de direito era notada desde a madrugada.

Tudo o que sabemos sobre:
IsabellaNardonijulgamento5º dia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.