Casando noivos difíceis

A equipe de vinhos do Paladar encarou uma tábua de frios com uma séria intenção: descobrir qual rótulo combina com o maior número de embutidos. Ah, havia um desafio extra, o preço dos vinhos: até R$ 80

MARCEL MIWA, O Estado de S.Paulo

21 Agosto 2014 | 02h07

Encarar uma tábua de frios é para os fortes - os vinhos, não os seres humanos (estes se divertem com presuntos, salames e outros embutidos). Não é fácil promover casamento entre tintos ou brancos e diferentes carnes preservadas com variação de temperos, sal, gordura e intensidade de sabor.

Mas, como o nosso negócio é ajudar você a beber bem em qualquer circunstância, reunimos a equipe de vinhos do Paladar - Daniela Bravin, Guilherme Velloso e eu - na última sexta-feira e fomos testando as possibilidades diante de uma tábua de frios.

Os embutidos. No balcão de frios do Empório Santa Maria escolhemos rosbife de lagarto, mortadela com pistache, salame italiano, presunto san daniele, presunto ibérico e salame apimentado. Exceto o primeiro, os outros são de carne de porco.

Caprichamos na sequência: os frios estavam em ordem crescente de níveis de sal e intensidade de sabor. Ou seja, do mais suave ao mais intenso. É a melhor maneira de degustar, sem comprometer o paladar. No quesito textura, lideraram a seleção a mortadela e o salame italiano, os mais untuosos. Os mais "magros" eram o rosbife e o salame apimentado.

Sem a expectativa de encontrar um vinho único que harmonizasse magicamente com todos os embutidos (como não se espera que um tipo de roupa vista bem qualquer pessoa), Daniela Bravin antecipou com precisão: "Teremos de escolher o vinho que funcione com a maioria, não o que melhore com um embutido, mas fique ruim com outro".

Entre o mito derrubado de Jerez - muita gente defende que esse tipo de vinho fortificado seja o melhor parceiro dos embutidos - e o azarão Lambrusco, só teve um embutido que encrencou profundamente com a bebida: o salame apimentado. A carga de páprica e pimenta vermelha em pó dificultam qualquer encontro. Como regra geral, o sal e a pimenta ressaltam o álcool do vinho e no caso desse salame, os vinhos ficaram mais parecidos com bebidas destiladas.

Os vinhos. No mix de rótulos, há soluções clássicas e ousadas. Em comum, nossa seleção tem apenas a faixa de preço: todos abaixo dos R$ 80.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.