Casino não considera Pão de Açúcar no Novo Mercado; Abilio insiste

O Casino, acionista controlador do Pão de Açúcar, não tem planos de levar a maior rede varejista do Brasil ao Novo Mercado da Bovespa, ambiente que exige maior grau de governança corporativa, afirmou neste domingo a companhia francesa em comunicado.

Reuters

09 Dezembro 2012 | 19h44

"O acionista controlador da companhia... não está considerando, neste momento, a migração da companhia para o segmento de listagem Novo Mercado da BM&FBovespa", disse o Casino em documento enviado ao Pão de Açúcar e publicado no site da Comissão de Valores Mobiliários (CVM).

O comunicado do Casino vem em resposta à informação de que o presidente do Conselho de Administração do Pão de Açúcar, Abilio Diniz, pretende migrar a companhia para o Novo Mercado e vai sugerir em reunião do Conselho na próxima sexta-feira, dia 14, que sejam conduzidos estudos e análises nesse sentido.

Em nota após a manifestação do Casino, Abilio informou que manterá o assunto na pauta da reunião do Conselho.

"Trata-se de um pedido de estudo e o item será mantido na pauta, pois, enquanto presidente do Conselho de Administração do Grupo Pão de Açúcar, Abilio Diniz entende que essa discussão se faz necessária visando o melhor interesse da companhia", segundo comunicado do empresário enviado por sua assessoria de imprensa.

A nova discordância se soma à difícil relação entre o empresário brasileiro e o Casino, que se tornou controlador do Pão de Açúcar em junho deste ano. Desde então, especula-se a respeito de uma possível saída de Abilio da rede varejista em uma operação que poderia envolver a ViaVarejo, unidade de eletroeletrônicos e comércio online do grupo.

(Por Bruno Federowski e Cesar Bianconi)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.