Caso Isabella: defesa de casal vai montar laudo paralelo

Advogado afirma que tem como provar a tese de que uma terceira pessoa assassinou Isabella

da Redação, estadao.com.br

30 de abril de 2008 | 08h08

A defesa de Alexandre Nardoni, de 29 anos, e Anna Carolina Jatobá, de 24, vai contratar peritos para fazer um parecer técnico sobre os laudos apresentados pelos Institutos de Criminalística (IC) e Médico-Legal (IML) sobre a morte da menina Isabella Nardoni. A intenção dos advogados é montar um laudo alternativo para provar a inocência do casal e a fragilidade da acusação. "Em vez de ficar negando os laudos, vamos contratar profissionais para analisá-los e apontar as inconsistências", diz Marco Polo Levorin, principal advogado da defesa.VEJA TAMBÉMDonos de imóveis lucram com reconstituição  'Há mais que indícios' contra o casal, diz promotorFotos do apartamento onde ocorreu o crime  Cronologia e perguntas sem resposta do caso  Tudo o que foi publicado sobre o caso Isabella  Levorin afirma que tem como provar a tese de que uma terceira pessoa assassinou Isabella. A menina de 5 anos foi jogada do 6º andar do Edifício Residencial London em 29 de março. O pai e a madrasta de Isabella foram indiciados pelo crime no dia 18."Os laudos são favoráveis", diz. "Há muitos fatores e informações que ainda não vazaram para a imprensa e ajudam a provar a inocência do casal. Falaremos no momento apropriado. Posso dizer que os laudos apresentam aspectos importantes para a defesa, e o conjunto probatório é frágil." A defesa também alega que a polícia usou erroneamente dados do laudo do IC.Na terça-feira, 30, os outros dois advogados de defesa, Ricardo Martins e Rogério Neres de Sousa, foram ao 9º DP para pegar cópias do inquérito. Os dois afirmaram que Alexandre e Anna Carolina nunca cogitaram fugir do País - o Ministério Público havia sido informado de que a rede de hotéis Vila Galé checou informações sobre crédito financeiro do pai de Isabella. A rede tem 14 hotéis em Portugal e 3 no Nordeste. Por isso, a polícia suspeita que Alexandre e Anna Carolina possam ter intenção de viajar. "O casal não pretende fugir", afirmou Martins.

Tudo o que sabemos sobre:
Caso Isabella

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.