CDHU lamenta morte de mulher em explosão de prédio

A Companhia de Desenvolvimento Habitacional e Urbano (CDHU) lamentou hoje, em nota, o falecimento de Marlene Costa dos Santos, de 57 anos, vítima do acidente ocorrido na sexta-feira, quando houve uma explosão de gás no conjunto habitacional de Cidade Tiradentes, na zona leste de São Paulo. Segundo o comunicado, 30 pessoas ficaram feridas no acidente - duas das vítimas continuam internadas no Hospital Santa Marcelina, em Itaquera, e no Hospital Cidade Tiradentes. A CDHU também informou que a companhia está prestando toda a assistência à família de Marlene Costa dos Santos, que estava internada no Setor de Queimados do Hospital das Clínicas. A empresa afirmou que irá se encarregar das despesas com o funeral. Ainda segundo a nota, 45 famílias foram hospedadas em dois hotéis da zona leste após o acidente e a interdição do conjunto pela Defesa Civil.A companhia ainda informou o que determinou a instalação de uma Comissão de Apuração Preliminar para apurar acidente e auxiliar nas investigações da Polícia Civil. A CDHU também contratou o Instituto de Pesquisas Tecnológicas (IPT) para acompanhar as investigações. O conjunto estava com o Auto de Vistoria do Corpo de Bombeiros (AVCB). Técnicos realizaram testes para monitorar o sistema de abastecimento de gás, que não revelou qualquer problema na ocasião.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.