Ceará deve fornecer remédio para idoso portador de câncer

Doente provou que não tem condições para comprar o remédio e seu quadro clínico é grave

PRISCILA TRINDADE, Agência Estado

14 de novembro de 2011 | 14h57

A Justiça determinou que o Estado do Ceará forneça o medicamento Mabthera a um paciente portador de câncer nos gânglios linfáticos.

 

A decisão foi publicada na última quinta-feira, 10, no Diário da Justiça Eletrônico. O paciente, de 78 anos, não tem condições para comprar o remédio e seu quadro clínico é considerado grave.

Segundo os autos, exames laboratoriais constataram que o uso do produto é indispensável e está diretamente ligado à contenção e possível cura da doença. No dia 1º deste mês, o idoso entrou na Justiça, com pedido de liminar, requerendo que o Estado conceda o remédio.

 

Na decisão, no último dia 8, o magistrado ressaltou que o paciente precisa com urgência do tratamento. O juiz Paulo de Tarso Pires Nogueira, da 6ª Vara da Fazenda Pública do Fórum Clóvis Beviláqua, determinou a concessão do remédio no prazo de até 48 horas, a contar da intimação.

 

 

Tudo o que sabemos sobre:
câncerremédioCE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.