Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Celulares do RJ e ES ganham 9 dígitos a partir deste domingo

Com a inclusão, cada área de numeração (DDD) terá a capacidade de número de celulares aumentada de 37 milhões para 90 milhões

Ayr Aliski - Atualizado no dia 27, às 10h10, Agência Estado

25 Outubro 2013 | 12h09

A partir deste domingo, 27, os telefones celulares nos Estados do Rio de Janeiro (DDDs 21, 22 e 24) e Espírito Santo (DDDs 27 e 28) têm o dígito "9" acrescido à frente dos números atuais. A mudança ocorre como estratégia para atender à crescente demanda pelo serviço móvel. Com a inclusão do nono dígito, cada área de numeração (DDD) terá a capacidade de número de celulares aumentada de 37 milhões para 90 milhões.

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) ressalta que o dígito "9" será acrescentado à esquerda de todos os números atuais de celulares fluminenses e capixabas, que passarão a contar com o formato "9XXXX-XXXX". O nono dígito não será adicionado aos números utilizados em serviços que utilizam operações tipo despacho, ou seja, conexão direta via rádio.

Nos dez primeiros dias da implementação, as ligações com oito dígitos ainda serão completadas normalmente. Aos poucos, haverá interceptações e os usuários receberão mensagens com orientações sobre a nova forma de discagem. Em agosto de 2013, no Rio de Janeiro e Espírito Santo, havia 28,5 milhões de terminais móveis em operação.

Todos os celulares do Brasil receberão o nono dígito, mas a mudança será feita gradativamente, até o fim de 2016. A inclusão já ocorreu no DDD 11 em 29 de julho de 2012 e nos demais DDDs do Estado de São Paulo (12, 13, 14, 15, 16, 17, 18 e 19) em 25 de agosto de 2013.

Mais conteúdo sobre:
celularesnono dígito

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.