Celulite pode piorar após dieta, indica pesquisa

Um estudo realizado nos Estados Unidos sugere que perder peso pode piorar a celulite. Cirurgiões plásticos americanos acompanharam 29 mulheres que perderam peso e descobriram que mulheres mais magras, que perderam pouco peso e tinham a pele menos firme, tinham mais celulite.Estima-se que 85% das mulheres têm celulite, e especialistas em cirurgia plástica britânicos consideram-na "um fato da vida", que não tem cura.A celulite, que pode se desenvolver na barriga, nas coxas e nos glúteos, acumula-se no tecido fibroso, que liga os músculos à pele.Quando gordura, líquidos e toxinas ficam presos embaixo da pele, o tecido fibroso começa a ficar duro e apertado e a gordura é comprimida. É isto que causa o efeito "casca de laranja".A idade pode fazer com que as camadas da pele fiquem mais finas e, conseqüentemente, fazer com que a celulite pareça pior.Métodos sugeridos para reduzir as cavidades na pele incluem exercícios e a ingestão de muita água. Porém, milhões são gastos todos os anos em cremes, emplastros e outros produtos vendidos como redutores de celulite. O estudo foi realizado por pesquisadores da Sociedade Americana de Cirurgiões Plásticos e publicada na revista Plastic and Reconstructive Surgery.As mulheres foram inscritas em vários programas de perda de peso com supervisão médica: dieta com baixas taxas de gordura, dieta de líquidos, ingestão de remédios de combate à obesidade e cirurgia de redução de estômago.O índice de massa corporal (IMC) - que indica se a pessoa tem um peso saudável - foi medido antes e depois do programa de perda de peso.A média de peso perdido foi de 14 quilos, mas as quantidades perdidas variaram de 1 quilo a 46 quilos. Dezessete mulheres do grupo perceberam uma melhoria na aparência da celulite, enquanto que nove acharam que as cavidades ficaram piores.Pacientes que disseram ter notado as melhoras mais evidentes foram aquelas que perderam a maior quantidade de peso e, portanto, reduziram a porcentagem de gordura nas coxas.Elas tinham um IMC maior no início do estudo e celulite mais grave. As mulheres que notaram uma piora da celulite foram aquelas que tinham um IMC menor no início, perderam menos peso e não tiveram redução da porcentagem de gordura nas coxas.A elasticidade da pele deste grupo, após a perda de peso, também foi determinante, já que a celulite ficou pior naquelas cuja pele ficou menos firme após o regime.O cirurgião plástico John Kitzmiller, co-autor do estudo, afirmou: "Celulite não é algo que aparece apenas em pessoas que estão acima do peso, mas o excesso de peso pode piorar o problema"."Nós descobrimos que a perda de peso em pacientes obesas melhorava a aparência da celulite, mas para algumas a situação ficou pior", disse. Os pesquisadores disseram que é necessário realizar estudos adicionais.

Agencia Estado,

16 de agosto de 2006 | 15h32

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.