Censo mostra ao menos 17 mil centenários no Brasil, diz IBGE

O número de pessoas centenárias no Brasil já soma 17 mil, segundo dados preliminares do Censo 2010 divulgados nesta segunda-feira pelo IBGE, que já recenseou 80,2 por cento da população.

REUTERS

27 de setembro de 2010 | 12h43

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, já foram contabilizadas 17.615 pessoas com mais de 100 anos de idade. No censo anterior eram cerca de 14 mil pessoas.

O salto ao longo de dez anos, ainda sem os dados do Censo atual estarem completos, já é de cerca de 20 por cento. Até agora, pelos dados do IBGE, os centenários representam 0,01 por cento da população brasileira.

"O processo de envelhecimento da população brasileira vai durar mais uns trinta anos. Em 2040, deixaremos de ser um país jovem para ser um país maduro, adulto", disse o presidente do IBGE, Eduardo Nunes.

"Nos países europeus, a mudança do padrão etário levou quase um século. No Brasil essa velocidade é bem mais rápida", acrescentou.

Os dados preliminares do Censo 2010 apontam que a Bahia é o Estado com maior número de centenários, com 2.473. Roraima tem o menor número, apenas 21.

"A Bahia é um caso interessante, porque embora tenha uma população menor em termos absolutos, a proporção de pessoas com mais de 100 anos é maior", disse Nunes, ao comparar a população baiana com a de Estados maiores, como São Paulo, por exemplo. Os últimos levantamentos do IBGE apontam que a Bahia tem 14 milhões de moradores, e Roraima 400 mil.

Os dados do Censo mostram também uma redução no número de pessoas por domicílio entre 2000 e 2010, de 3,79 para 3,34 pessoas em média. No Rio Grande do Sul, esse número é de 2,99, o menor do Brasil.

O presidente do IBGE afirma que a coleta de dados do Censo está acelerada e pode ser concluída antes de 31 de outubro. Em 27 de novembro, os dados do Censo serão encaminhados ao Tribunal de Contas da União para a definição de quanto cada cidade terá direito no Fundo de Participação dos Municípios.

(Por Rodrigo Viga Gaier)

Tudo o que sabemos sobre:
GERALIBGECENTENARIO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.