Centenas marcham na Inglaterra contra reunião da extrema-direita

Centenas de manifestantes levando bandeiras contra o racismo marcharam neste sábado em uma localidade no centro de Inglaterra, em protesto contra o encontro anual do ultradireitista Partido Nacional Britânico (BNP, da sigla em inglês).

DANIEL FINEREN, REUTERS

15 Agosto 2009 | 17h20

A polícia prendeu 19 pessoas durante a passeata perto de uma fazenda nas proximidades do vilareijo de Derbyshire, em Codnor, onde o festival Vermelho, Branco e Azul, do BNP, estava ocorrendo.

O BNP, que realiza uma campanha para deter a imigração e repatriar os imigrantes, e para que a Grã-Bretanha deixe a União Europeia, ganhou suas primeiras duas cadeiras no Parlamento Europeu em junho.

Os manifestantes marcharam cantando "o BNP é um partido de nazistas, que caia o BNP", antes de serem parados pelos policiais.

A polícia prendeu quatro homens quando alguns tentaram romper a barreira de policiais.

As autoridades afirmaram, entretanto, que a maioria dos manifestantes era pacífica.

No evento do ano passado, 34 pessoas foram presas.

Mais conteúdo sobre:
INGLATERRAPROTESTO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.