Centro de cassinos chinês, Macau tem novo líder

Fernando Chui, antes autoridade de menor escalão de Macau, foi aprovado neste domingo por um pequeno colégio eleitoral pró-Pequim para ser o próximo líder do território chinês, um centro de cassinos.

REUTERS

26 Julho 2009 | 10h12

Chui era candidato único na ex-colônia portuguesa, e seu nome ainda precisa do apoio formal de um comitê eleitoral com 300 integrantes.

Os 500 mil habitantes de Macau não têm participação direta na escolha do seu líder. A região foi devolvida ao comando da China em 1999, dois anos depois da ex-colônia britânica de Hong Kong.

Com as dificuldades do setor de jogos de azar, agravadas pelas restrições de Pequim às visitas de turistas chineses, Chui terá a missão de desenvolver o mercado de cassinos e reverter a imagem associada à corrupção da última administração.

(Reportagem de James Pomfret)

Mais conteúdo sobre:
MACAU LIDER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.