Cerca de 10 mil italianos têm mais de cem anos

Mais de 10.441 cidadãos residentes na Itália têm mais de cem anos, na maioria mulheres, e todos eles têm em comum uma forte ligação com sua família e seu círculo social. A informação foi divulgada nesta segunda-feira pelo jornal econômico Il Sole 24 Ore.São 8.633 mulheres com mais de cem anos na Itália, frente a 1.808 homens, segundo os números do Instituto Nacional de Estatística (Istat). Além disso, 66 pessoas desse grupo são imigrantes.O recorde de longevidade no país é de Raffaela Monni, que tem 108 anos e vive na ilha de Sardenha, onde outras 270 pessoas já passaram dos cem anos.A região com o maior número de habitantes centenários é Lombardia (Norte), com 1.538 pessoas; seguida de Lazio (Centro), com 973 pessoas; e Emilia Romagna (Norte), com 937 moradores.O segredo da longevidade estaria, segundo o jornal, em um DNA resistente, assim como na forte ligação com a família e a comunidade onde vivem, além da "ajuda extra" do vinho tinto produzido com uvas de sua própria terra.

Agencia Estado,

31 de julho de 2006 | 11h03

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.