CET: desrespeito ao rodízio lidera total de multas em SP

Balanço das multas de trânsito aplicadas na capital paulista, feito pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) e divulgado hoje, mostra crescimento de 5% no total de infrações autuadas entre janeiro e outubro, na comparação com o mesmo período de 2006. Foram contabilizadas 3.430.408 multas, ante 3.276.130 em igual período do ano anterior. Embora tenha caído 13%, o desrespeito ao rodízio municipal de veículos é a infração campeã, registrada em 33% dos casos.O aumento da quantidade de multas, segundo o relatório, foi motivado por três infrações que estão entre as mais cometidas: excesso de velocidade, ultrapassagem de semáforo vermelho e uso de celular ao volante. As multas aplicadas para esses enquadramentos tiveram, em média, aumento de 14,7%.O excesso de velocidade foi a segunda infração mais comum, com 27% das multas e aumento de 15% na comparação com o ano passado. A infração por excesso de velocidade varia de média (até 20% acima da velocidade permitida, com multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira de motorista) a gravíssima (acima de 50% da velocidade permitida, com multa de R$ 574,62 e sete pontos na carteira de motorista).Em terceiro lugar veio o estacionamento proibido, com 19% das multas. Segundo a CET, a ocupação de uma faixa de rolamento por um veículo parado em uma rua como a Augusta por dez minutos causa cerca de 1,5 quilômetro de lentidão. Quem estaciona em desacordo com a sinalização está sujeito a multa leve, média ou grave. Se a infração for leve, a multa será de R$ 53,20 e três pontos na carteira de habilitação.Dirigir falando ao telefone celular foi a quarta infração mais comum, com 6% das multas, registrando aumento de 12% em relação a 2006. O Código de Trânsito Brasileiro (CTB) considera a infração de natureza média e estabelece multa de R$ 85,13 e quatro pontos na carteira. O quinto lugar ficou com ultrapassagem de semáforo vermelho, com 4% do total de multas e aumento de 17%. A infração é considerada gravíssima, com multa de R$ 191,54 e sete pontos.A infração menos registrada foi dirigir sem cinto de segurança, com 3% do total de multas. Os infratores estão passíveis de multa de R$ 127,69 e cinco pontos registrados na carteira de habilitação. A infração é grave.

PAULO R. ZULINO, Agencia Estado

28 de novembro de 2007 | 18h28

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.