CGE coloca zonas sul, leste e sudeste em estado de atenção

Motivo é o risco de deslizamentos e transbordamentos, em função dos últimos dias com chuvas fortes na cidade

Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

25 Dezembro 2008 | 15h22

A chuva forte que atinge São Paulo deixou as zonas sul, sudeste e leste em estado de atenção, por volta das 15 horas desta quinta-feira, 25, segundo o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE). O motivo é o risco de deslizamentos e transbordamentos, em função dos últimos dias com chuvas fortes em praticamente toda a cidade, com alguns rios e córregos com os níveis elevados e o solo encharcado.   Veja também: Movimento no sistema Anchieta-Imigrantes segue tranqüilo Natal deve ser de sol na maior parte do País e com chuva em SP     Segundo o CGE, o maior núcleo de chuva forte se encontrava na região de Diadema, no grande ABC paulista, com possibilidade, inclusive, de queda de granizo.   As chuvas mais fortes se concentram na divisa de Santo André, São Caetano e Mauá, além dos bairros da Vila Prudente, São Mateus e Cidade Tiradentes. Na zona Sul, onde já choveu forte, a chuva começa a perder intensidade. A chuva desloca-se de sudoeste para nordeste. Por enquanto, não foram registrados pontos de alagamento.   A frente fria que chegou na véspera de Natal na capital paulista trouxe áreas de instabilidade responsáveis por estes núcleos de chuva mais fortes.    Matéria ampliada às 15h39

Mais conteúdo sobre:
chuvas São Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.