Chefe da Red Bull diz que Vettel está 'desgastado' mas equipe se recupera

Sebastian Vettel está "desgastado" depois de conquistar quatro títulos mundiais que levaram a Red Bull a dominar a Fórmula 1, disse o chefe da equipe, Christian Horner.

REUTERS

12 Agosto 2014 | 15h28

O britânico Horner disse que o esgotamento explica em parte a queda de rendimento do alemão de 27 anos, em uma temporada dominada pela Mercedes em que seu novo companheiro de equipe, o australiano Daniel Ricciardo, tem se saído melhor do que Vettel.

O restante, disse Horner, se deve à mudança radical nas regras do esporte introduzida neste ano, que inclui a volta dos motores turbo e dos sistemas eletrônicos de freios.

Ricciardo, de 25 anos, ganhou duas corridas e está em terceiro lugar no campeonato, com 131 pontos, após 11 das 19 corridas do calendário, atrás apenas da dupla da Mercedes, o alemão Nico Rosberg (202) e o britânico (Lewis Hamilton (191).

Vettel, sem nenhuma vitória, é o sexto, com 88 pontos.

"É uma combinação de várias coisas", disse Horner à publicação alemã Auto Bild Motorsport. "Primeiro, quando você tem que lutar pelo título durante cinco anos, isso desgasta um pouco, mas esse não é o problema principal".

"A maneira como Sebastian tirou aqueles décimos extras do carro nos últimos anos era única. Ele é muito sensível com o comportamento do carro, especialmente ao frear".

Horner sugeriu que Vettel estava tendo dificuldades com o sistema de freios deste ano.

(Por Tim Collings)

Mais conteúdo sobre:
F1 REDBULL VETTEL DESGASTADO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.