Chegam a 81 os casos confirmados de leptospirose em SC

Número de mortos no Estado por conta das chuvas já é de 128 e 26 pessoas seguem desaparecidos

Fabiana Marchezi, estadao.com.br

15 Dezembro 2008 | 21h58

A Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria da Saúde de Santa Catarina confirmou nesta segunda-feira, 15, mais 40 casos de leptospirose. Com isso, subiu para 81 o total de pessoas infectadas nos municípios castigados pelas chuvas no Estado. Os dados referem-se ao período de 22 de novembro até a última sexta-feira, 12. Outras 593 notificações estão em análise. Já foram descartadas 258 suspeitas.   Veja também: MP investiga denúncia de furtos de mantimentos em SC Ocupação errada amplificou desastre em SC Saiba como ajudar as vítimas das chuvas Repórteres relatam deslizamento em Ilhota  Mulher fala da perda de parentes em SC Tragédia em Santa Catarina  Blog: envie seu relato sobre as chuvas  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Tudo sobre as vítimas das chuvas      O período de incubação da doença pode durar até 30 dias. A Diretoria de Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Estado da Saúde recomenda que a população procure um posto de saúde ou hospital aos primeiros sintomas de febre alta, dores musculares e de cabeça. Em quadros mais graves, a leptospirose também causa icterícia (coloração amarelada na pele e mucosas), insuficiência renal, hemorragias e alterações neurológicas.   O números de mortos já são 128 e a Defesa Civil confirma que 26 pessoas seguem desaparecidas. Ainda há 32.803 pessoas sem casa no Estado - 5.567 estão desabrigados e outros 27.236, desalojados.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.