Cheney: 'Criação de Estado Palestino é possível'

O vice-presidente americano se encontrou com o líder palestino Mahmoud Abbas.

Da BBC Brasil, BBC

23 de março de 2008 | 11h25

O vice-presidente dos Estados Unidos, Dick Cheney, afirmou neste domingo durante um encontro com líderes palestinos em Ramallah, na Cisjordânia, que o país está comprometido com a criação do Estado Palestino.Cheney repetiu a declaração de Bush feita em Janeiro de que o estabelecimento de um estado para os palestinos "está muito atrasado". A declaração do vice foi feita depois de um encontro com o presidente palestino Mahmoud Abbas, durante uma visita de Cheney ao Oriente Médio para tentar reavivar as negociações de paz. Segundo Cheney, palestinos e israelenses terão que fazer concessões dolorosas para romper o impasse e afirmou ainda que os ataques de foguetes contra Israel poderia ameaçar as esperanças de um estado independente.No início deste mês o presidente Abbas pediu uma trégua aos constantes ataques israelenses contra a Faixa de Gaza antes de retomar as negociações de paz, paralisadas desde a Conferência de Annapolis, em novembro, nos Estados Unidos. FacçõesO encontro de Cheney com o líder palestino acontece no mesmo dia em que as facções rivais palestinas - Hamas e Fatah - assinaram um acordo afirmando que irão retomar as negociações sobre a reconciliação. O Fatah quer que os militantes do Hamas abram mão do controle da Faixa de Gaza, que está sob comando do Hamas desde o ano passado. IsraelNeste domingo Dick Cheney se encontrou ainda com o presidente israelense Shimon Peres e com o ministro das Relações Exteriores de Israel, Tzipi Livni. Cheney afirmou que os EUA estavam fazendo o possível para prosseguir com as negociações de paz e que o país estava comprometido com a segurança de Israel. "O compromisso com a segurança de Israel é inabalável, assim como nosso compromisso com o direito de Israel de se defender - sempre- contra o terrorismo, ataques de foguetes e outras ameaças de forças dedicadas à destruição de Israel", disse o vice. O presidente americano George W. Bush afirmou que espera que um acordo de paz entre israelenses e palestinos seja assinado antes de ele deixar o cargo, em Janeiro de 2009. No entanto, de acordo com o correspondente da BBC em Jerusalém, Tim Franks, os dois lados estão céticos sobre as chances de um acordo de paz. A visita do vice-presidente americano à região acontece apenas algumas semanas depois da visita da secretária de Estado, Condoleezza Rice. Cheney visitou o Iraque, Afeganistão e a Arábia Saudita. Antes de retornar aos Estados Unidos, o vice-presidente visitará a Turquia.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.