Chery inícia construção de 1a fábrica chinesa de carros no país

A Chery Automobile, uma das maiores montadoras de veículos da China, iniciou na terça-feira obras para a construção de sua fábrica de carros no Brasil, em investimento de 400 milhões de dólares.

REUTERS

20 de julho de 2011 | 08h01

A fase inicial da fábrica, que será a primeira de uma marca chinesa no Brasil, deve estar operando em setembro de 2013, produzindo o compacto Face e outros modelos, informou a companhia nesta quarta-feira.

A fábrica, que está sendo instalada em Jacareí (SP), inicialmente terá uma capacidade anual de produção de 50 mil unidades que poderá ser triplicada para 150 mil veículos por ano, afirmou a empresa sem citar cronograma específico.

A montadora começou a vender carros no Brasil em 2009 em parceria com o grupo brasileiro oriundo do setor de alimentação JLJ. Em outubro passado, o presidente da marca no país, Luis Curi, afirmou que a companhia tem como meta ter 3 por cento do mercado brasileiro até 2013.

No primeiro semestre, a Chery registra vendas de 7.068 veículos, equivalente a 0,43 por cento dos licenciamentos totais no período --segundo a associação de concessionários Fenabrave-- atrás da marca chinesa recém chegada JAC, que tinha 0,52 por cento.

A Chery, que começou a vender carros em mercados internacionais em 2002, é atualmente a maior exportadora de carros da China, com vendas externas saltando 88,5 por cento, para 71.827 unidades no primeiro semestre.

A companhia chinesa tem meta de vender 120 mil carros no exterior este ano, alta de mais de 30 por cento sobre 2010, principalmente para mercados em desenvolvimento do sudeste asiático, Oriente Médio e América do Sul.

Os modelos da Chery são atualmente produzidos em 15 países, a maioria via acordos de parceria.

(Por Fang Yan e Ken Wills)

Tudo o que sabemos sobre:
AUTOSCHERYBRASIL*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.