Chesf tem prejuízo consolidado de R$5,3 bi em 2012

A Companhia Hidrelétrica do São Francisco (Chesf), empresa do grupo estatal de energia Eletrobras, teve um prejuízo consolidado de 5,3 bilhões de reais em 2012, informou a empresa nesta quarta-feira.

Reuters

27 de março de 2013 | 20h47

A perda no ano aconteceu por conta de ajustes contábeis decorrentes da renovação das concessões com vencimento em 2015, com a Medida Provisória No 579, transformada em lei, que estabelece que os ativos dessas concessões, ainda não amortizados, deveriam ser indenizados a preços de reposição.

"A diferença resultante entre o valor da indenização, calculado com base no critério estabelecido pela referida MP, e o valor registrado contabilmente, foram baixados como perda no resultado da companhia", explico a Chesf em seu relatório de resultados.

A geração operacional de caixa medida pelo Ebitda (lucro antes dos juros, impostos, depreciação e amortização) ajustado aos efeitos da MP e outros itens cresceu 25 por cento no ano passado, a 3,35 bilhões de reais.

A receita operacional bruta da Chesf cresceu 18 por cento no fechado do ano, a 7,68 bilhões de reais, considerada a maior da história da companhia. (Por Sérgio Spagnuolo, no Rio de Janeiro)

Tudo o que sabemos sobre:
ENERGIACHESFPREJUIZO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.