Chevron e Transocean negociam ajustamento de conduta no país

A Chevron Corp e a Transocean Ltd. concordaram em mudar os procedimentos de operação e segurança, como parte de um processo que busca cerca de 20 bilhões de dólares em indenizações por conta do vazamento de petróleo em novembro de 2011, disseram promotores públicos à Reuters nesta sexta-feira.

Reuters

30 de novembro de 2012 | 14h36

O acordo, conhecido como Termo de Ajustamento de Conduta, foi elaborado a pedido da Chevron e da Transocean pelos promotores federais que estão movendo dois processos civis contra a petrolífera e a operadora de sondas.

O pedido de danos por um vazamento é o maior na área ambiental já feito no Brasil.

A assessoria de imprensa disse não ter conhecimento sobre os termos do acordo.

Esses detalhes serão apresentados em uma audiência pública em 14 de dezembro, no Rio de Janeiro, pela promotora federal Gisele Porto, disse a assessoria de imprensa.

Depois da audiência, o acordo está previsto para ser apresentado à Justiça Federal no Rio.

(Por Jeb Blount)

Tudo o que sabemos sobre:
PETROLEOCHEVRONTRANSOCEAN*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.