Chileno admite que suspendeu investigação

O cardeal arcebispo de Santiago do Chile, Francisco Errázuriz, admitiu ontem ter suspendido há cinco anos uma investigação contra o padre Fernando Karadima, acusado de abusos sexuais. Ele e outros cinco bispos foram acusados por quatro fiéis de terem cometido abusos há 20 anos.

Efe e Afp, O Estado de S.Paulo

26 Abril 2010 | 00h00

Ontem, o papa Bento XVI elogiou membros de uma associação italiana, fundada por um padre, para combater a pedofilia. Ele disse que queria "agradecer e incentivá-los" e lembrou que ontem foi declarado o dia nacional em memória das crianças vítimas de pedofilia.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.