Chileno é eleito para chefiar Federação Luterana Mundial

A Federação Luterana Mundial, que reúne cerca de 68 milhões de cristãos protestantes no mundo, escolheu nesta segunda-feira um teólogo chileno como próximo secretário-geral. O novo líder, o reverendo Martin Junge, de 48 anos, foi eleito em uma sessão a portas fechadas do conselho da Federação, sediado em Genebra. Ele é o primeiro representante da América Latina a ocupar o cargo e assumirá em julho do próximo ano. Como secretário-geral, ele será responsável por dirigir o trabalho da ampla rede de serviços humanitários e educacionais, especialmente em países em desenvolvimento. Seu mandato será de sete anos. Junge, ex-pastor na capital chilena Santiago e presidente da Igreja Evangélica Luterana do Chile entre 1996 e 2000, substituirá o pastor Ishmael Noko, do Zimbábue, que exerceu dois mandatos seguidos. (Reportagem de Robert Evans)

REUTERS

26 de outubro de 2009 | 15h42

Tudo o que sabemos sobre:
RELIGIAOPROTESTANTESLIDER*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.