China consegue acoplar nave a módulo espacial

Uma espaçonave chinesa operada por três astronautas - incluindo a primeira mulher do país a ir ao espaço - acoplou-se ontem a um módulo na órbita da Terra, um feito inédito para o gigante asiático. Com isso, a China se aproxima de seus objetivos de construir uma estação espacial, projeto previsto para 2020, e de enviar um homem à Lua.

PEQUIM, O Estado de S.Paulo

25 de junho de 2012 | 03h05

A manobra de alinhamento manual da cápsula Shenzhou 9 com o módulo Taingong 1 foi exibida ao vivo na TV do país, com grande índice de audiência. A missão também marcou a ida ao espaço de Liu Yang, de 33 anos, piloto da força aérea do país.

A China mandou seu primeiro astronauta ao espaço em 2003. Em 2008, um chinês fez sua primeira caminhada espacial. / AP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.