China diz que emergentes devem evitar desaceleração

As economias de países emergentes deveriam adotar medidas flexíveis e eficientes para evitar uma desaceleração econômica e ao mesmo tempo combater a inflação, disse o país asiático num comunicado depois do encontro de líderes financeiros do G20.

REUTERS

15 de outubro de 2011 | 13h30

No comunicado, a China também pediu aos países desenvolvidos que acelerem sua consolidação fiscal e reformas para ajudar na recuperação da economia global.

Mais conteúdo sobre:
G20CHINAEMERGENTES*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.