China enfrenta pior seca em 50 anos

Pelo menos 18 milhões de pessoas estão sendo afetadas pela pior seca na China nos últimos 50 anos, de acordo com a agência de notícias oficial do país, a Xinhua.A Província de Chongqing foi a mais afetada, mas grandes áreas nas Províncias de Sichuan e Liaoning também enfrentam o problema.Não chove em Chongqing há mais de 70 dias, e dois terços dos rios na região estão secos, segundo a Xinhua.Alguns moradores de áreas montanhosas estão tendo que caminhar mais de dois quilômetros para encontrar água.Pelo menos uma pessoas morreu oficialmente de insolação, e a agência calcula que a seca já causou prejuízos avaliados em mais de US$ 1,24 bilhão.O Ministério de Assuntos Civis da China havia dito, na quinta-feira, que o país enfrenta a onda mais severa de desastres naturais em seis anos. Até o dia 15 de agosto, os desastres naturais haviam matado 2.006 pessoas este ano e afetado outras 316 milhões, causando prejuízos de US$ 20 bilhões, segundo estimativas do ministério.No início do ano 2006, partes da China foram atingidas por fortes nevascas, e, em meses recentes, tufões causaram a morte de centenas de pessoas. De acordo com a Xinhua, dez milhões de pessoas em Sichuan, quase 8 milhões em Chongqing e 600 mil em Liaoning não têm acesso suficiente a água no momento.O problema também afetou grandes áreas produtivas, com a perda de colheitas e a morte de animais.A meteorologia não prevê chuva para os próximos dias.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.