China venderá artesanato feito com excrementos de pandas

Como a dieta dos pandas se baseia sobretudo em bambu, seus excrementos não cheiram mal

Efe,

27 Julho 2007 | 19h35

A reserva de pandas gigantes de Chengdu, no sudoeste da China, vai comercializar artigos feitos à mão com os excrementos dos animais, informou hoje o jornal oficial China Daily.   Entre os artigos à venda para os visitantes haverá marcadores de livros, cadernos, estátuas, porta-retratos e quadros dos pandas.   Os dirigentes de Chengdu haviam exposto a idéia no Encontro Internacional Anual de Pandas Gigantes de novembro de 2006, no zôo da cidade tailandesa de Chiang Mai, que já usa os excrementos de seus dois pandas para fazer postais.   "Os pandas do Centro de Chengdu produzem 200 toneladas de fezes por ano. Antes, costumávamos gastar US$ 780 a US$ 920 por mês para nos desfazer disso", disse Jing Shimin, ajudante do diretor do centro. Agora, não será mais preciso gastar dinheiro na operação.   Como a dieta dos pandas se baseia sobretudo em bambu, seus excrementos não cheiram mal e são ricos em fibras, que podem ser usadas na produção de papel e outros materiais. Mas para que sejam transformados em presentes é preciso que sejam aquecidos a temperaturas de 300º C para matar os microorganismos.   As lembranças terão preços entre os US$ 13 de um caderno e US$ 130 por uma pintura sobre tela do panda gigante, feita com seus próprios excrementos.

Mais conteúdo sobre:
pandas excremento

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.