Chinesa ZTE quer vender 60 milhões de smartphones este ano

A fabricante chinesa de smartphones ZTE quer vender mais de 60 milhões de smartphones no mundo este ano, conforme tenta ganhar participação em um mercado muito competitivo dominado por Samsung e Apple.

Reuters

16 de janeiro de 2014 | 10h01

A companhia listada em Shenzhen vendeu cerca de 40 milhões de smartphones no ano passado, disse para repórteres o vice-presidente sênior, Zhang Renjun, em um evento da empresa nesta quinta-feira.

A ZTE, que compete com a Huawei Technologies nos negócios de dispositivos móveis e de equipamentos de telecomunicação, saiu da lista das cinco maiores vendedoras de smartphones no ano passado, segundo dados de terceiro trimestre do IDC e da Gartner.

Em seu mercado doméstico na China, o maior mercado de telefonia móvel com mais de 1 bilhão de assinantes, a ZTE compete com a Samsung e a Apple, como também as conterrâneas Lenovo, Huawei e a Xiaomi.

(Por Yimou Lee)

Mais conteúdo sobre:
TECHZTEMETAVENDAS*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.