Chineses matam vida em lago com pesticida

Camponeses do leste da China mataram deliberadamente todos os peixes de um lago na província de Anhui, jogando na água 560 quilos de pesticida, segundo a agência de notícias Xinhua. Foi extinta toda a vida animal do Lago Luojia, de 4 quilômetros quadrados. As águas de outros lagos e rios nas proximidades também foram afetados. Os camponeses teriam decidido matar os peixes para cultivar no local plantas aquáticas chamadas "euryale", utilizadas na medicina tradicional chinesa e também em jardinagem, como ornamento. Analistas dos serviços de pesca das províncias trabalham para evitar que o pesticida contamine outras águas da região.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.