Choque de trem com ônibus escolar no Egito deixa 50 mortos

Reuters

17 de novembro de 2012 | 10h37

Choque de trem com ônibus escolar no Egito deixa 50 mortos CAIRO - Cinquenta pessoas, na grande maioria crianças, morreram neste sábado quando um trem se chocou contra um ônibus escolar no momento em que cruzava os trilhos numa área ao sul do Cairo, informaram autoridades e a mídia estatal. Com exceção de duas pessoas, os demais mortos eram todos crianças, com idades entre 4 e 8 anos, disse um alto funcionário em Assiut, perto do local do acidente. Uma mulher e um homem, provavelmente o condutor do ônibus também morreram, acrescentou. O ônibus foi partido ao meio pela força do impacto.

Havia sangue na frente do motor, e mochilas e livros escolares estavam espalhados, alguns com marcas de sangue. O ministro dos Transportes, Mohamed Rashad, apresentou sua renúncia depois do acidente, mas segundo a mídia estatal, o presidente Mohamed Mursi disse que culpados seriam responsabilizados pelo desastre. As estradas e ferrovias do Egito têm um histórico de segurança muito ruim e os egípcios se queixam há tempos de que sucessivos governos não conseguiram pôr em prática nem mesmo medidas básicas de proteção, o que resulta em uma série de colisões fatais. A TV estatal informou que além dos 49 mortos, há 15 feridos. De acordo com uma fonte do serviço médico, 28 pessoas ficaram feridos, dos quais 27 são crianças.

Tudo o que sabemos sobre:
EGITODESASTRE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.