Chuva deixa estragos e alaga hospital de Jundiaí-SP

A passagem de uma frente fria pela região de Campinas, no interior paulista, durante o fim de semana, deixou mais estragos além dos já contabilizados durante a semana, que resultaram na morte de três pessoas. No fim de semana, a subsede regional da Defesa Civil registrou o alagamento do Hospital de Caridade São Vicente de Paulo, em Jundiaí, após a chuva de sábado. Uma ala do pronto-socorro, parte da Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e uma enfermaria ficaram alagados. Mas os atendimentos não foram interrompidos, segundo a Defesa Civil.Segundo informou o coordenador da unidade, Sidney Furtado, as cidades da região mais atingidas foram Itapira, Mogi Mirim, Bragança Paulista e Atibaia. "Nessas cidades o temporal causou quedas de muitas árvores, destelhamento, deixou famílias desabrigadas", afirmou Furtado. Durante a madrugada de hoje, os 104 funcionários da Defesa Civil e de equipes de apoio ficaram de plantão. No feriado, cem homens retiraram ao menos 150 toneladas de restos de árvores das ruas de Campinas. Outras 150 toneladas de restos de árvores já tinham sido recolhidos após a chuva de terça-feira, quando Defesa Civil e a prefeitura atenderam 360 ocorrências.

TATIANA FAVARO, Agencia Estado

04 de novembro de 2007 | 17h20

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.