Chuva deixa mais 2 regiões de SP em estado de atenção

Com o aumento da chuva, o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) estendeu o estado de atenção para as zonas leste e região sudeste de São Paulo. Pouco antes, o estado de atenção já havia sido decretado na zona norte, no centro e na região da Marginal do Tietê. Segundo o meteorologista Adilson Nazário, do CGE, a previsão é de que a chuva se prolongue até o fim do dia. Do início do mês até ontem, choveu na capital paulista 118,7 milímetros, quase a metade do volume total esperado para os 31 dias (239 mm). Em janeiro do ano passado, este índice chegou a 131,2 mm. Até o final da tarde de hoje, foram registrados nove pontos de alagamento nas vias paulistanas, todos em situação transitável. Três deles eram na Marginal do Tietê. Às 18 horas, a cidade acumulava 104 quilômetros de congestionamento, 12,7% dos 820 quilômetros monitorados pela Companhia de Engenharia de Tráfego (CET). A média de saturação para o horário é de 20,7%. A Avenida dos Bandeirantes, no sentido da Marginal do Pinheiros, apresentava o maior ponto de engarrafamento, com 7,1 quilômetros, formado a partir do Viaduto Aliomar Baleeiro.

ELVIS PEREIRA, Agencia Estado

18 de janeiro de 2008 | 18h44

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.