Chuva deixa SP em estado de atenção e trânsito chega a 87 km

Apesar da chuva forte, Prefeitura não registrava pontos de alagamento por volta das 15h30 desta quarta

Fabiana Marchezi e Solange Spigliatti, do estadao.com.br,

31 de outubro de 2007 | 15h02

A forte chuva que caia em algumas regiões de São Paulo por volta das 16 horas desta quarta-feira, 31, contribuía para o aumento do trânsito na capital. O Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura decretou estado de atenção em toda a cidade às 15h35, por conta do risco de alagamentos. Às 15h30, a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) registrava 87 km de lentidão no horário. A Marginal do Tietê tinha o pior ponto de lentidão, com quase 10 km de congestionamento na pista expressa. O trânsito ia da Rodovia Castelo Branco até a Rua Jose Gomes Falcão, no sentido Ayrton Senna. A pista local tinha 4 km de lentidão, da saída da Rodovia Castelo Branco até o acesso à Rodovia dos Bandeirantes No corredor norte-sul, formado pelas avenidas 23 de Maio, Rubem Berta e Moreira Guimarães, em direção a Santana, a lentidão era de 6,4 km, desde o Viaduto Indianópolis até a Praça João Mendes. De acordo com o CGE, às 15h50 o temporal era mais forte nos bairros Aricanduva, Vila Formosa, Água Rasa, Tatuapé e Mooca, na zona leste da cidade. Nos municípios de Itaquaquecetuba e Arujá, na Grande São Paulo, a chuva era muito forte com potencial de granizo. Porém, até as 15h50 não havia registros de alagamentos. No começo da tarde, a Defesa Civil do Estado de São Paulo alertou que as fortes chuvas podem atingir as cidades de Suzano, Mogi das Cruzes e os municípios vizinhos.

Tudo o que sabemos sobre:
trânsito em SPchuva em SP

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.