Chuva diminui e SP sai do estado de atenção

A chuva diminuiu e o Centro de Gerenciamento de Emergências (CGE) da Prefeitura de São Paulo suspendeu os estados de atenção para todas as regiões da cidade às 17h20 deste domingo. Ao menos sete pontos de alagamento transitáveis foram registrados durante o temporal, que durou cerca de 3 horas. Às 18h15, três trechos continuavam alagados e havia registros de vários transtornos na cidade.

FABIANA MARCHEZI, Agencia Estado

24 de janeiro de 2010 | 18h47

Durante a chuva a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET) interditou o Túnel do Anhangabaú, sentido aeroporto, por conta de um alagamento. A Praça 14 Bis e a Avenida 9 de Julho também ficaram tomadas pela água nesta tarde.

Um dos bairros mais afetados foi o Ipiranga, onde o córrego transbordou, deixando a região em estado de alerta por cerca de meia hora. A Avenida Abraão de Morais, na altura da Avenida Bosque da Saúde, ficou alagada.

As duas pistas da Rodovia Anchieta também ficaram interditadas por conta de um alagamento na altura do quilômetro 13, em São Bernardo do Campo, no ABC, segundo a Ecovias, concessionária do Sistema Anchieta-Imigrantes.

De acordo com o CGE, uma nova área de instabilidade se desloca do interior em direção à faixa leste do Estado, que inclui a Região Metropolitana de São Paulo. Com isso, não se descarta a possibilidade de novas chuvas na Capital durante a noite.

Tudo o que sabemos sobre:
chuvasSPCGEestado de atenção

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.