Chuva força a adiar treino de classificação para GP da Austrália de F1

A etapa final do treino de classificação do Grande Prêmio da Austrália, abertura da temporada de Fórmula 1 deste ano, foi adiada para a manhã da corrida depois que uma chuva torrencial tornou as condições da pista impossíveis para a prática no sábado.

Reuters

16 de março de 2013 | 09h38

Entre os pilotos que se acidentaram estavam o brasileiro Felipe Massa, da Ferrari, e Sergio Perez, que estreia na McLaren.

Uma caótica etapa inicial do treino classificatório foi completada depois de um atraso mas como a chuva persistia e o céu estava ficando cada vez mais negro, o diretor da corrida, Charlie Whiting, decidiu que o final do treino iria ter que esperar até as 21h deste sábado (horário de Brasília).

"Acho que foi absolutamente correta a decisão de adiar o treino até a manhã de amanhã (horário local)", disse o chefe da equipe Red Bull, Christian Horner.

"Você pode ver que está bastante escuro agora e essas condições não são seguras para os pilotos. Quem sabe o tempo irá melhorar durante a noite e estaremos de volta com melhores condições pela manhã", acrescentou.

Esta foi a primeira vez desde o GP do Japão de 2010 que o clima ruim fez com que o treino classificatório ficasse para o mesmo dia da corrida.

A primeira etapa da classificação começou com uma grande quantidade de água no circuito e terminou com uma chuva mais intensa e pedaços de carros espalhados pela pista.

Nico Rosenberg, da Mercedes, foi o mais rápido da etapa, seguido por Fernando Alonso, da Ferrari, e Romain Grosjean, da Lotus.

O campeão mundial de 2008, Lewis Hamilton, estreando na Mercedes, foi o primeiro a marcar um tempo, mas na volta seguinte perdeu o controle do carro e bateu numa proteção pneus.

(Por Nick Mulvenney)

Tudo o que sabemos sobre:
F1GPAUSTRALIACLASSIFICACAO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.