Chuvas interditam totalmente a rodovia BR-470, em SC

Pista cedeu em quatro pontos diferentes; não há opção de desvio nem previsão de liberar a via

Elvis Pereira, Agência Estado

26 Novembro 2008 | 20h03

Novos estragos provocados pelas chuvas causaram por volta das 16 horas desta quarta, 25, a interdição total da BR-470, no município catarinense de Gaspar. A Polícia Rodoviária Federal (PRF) informou que a pista cedeu na altura dos km 41, 44, 46 e 47,8. No km 45, houve a queda de uma barreira. Segundo a PRF, não há opção de desvio para os motoristas nem previsão de quando a estrada será recuperada e liberada. Veja também: Temporão anuncia R$ 100 milhões para medida de socorro BRs-376 e 101 são parcialmente liberadas População pode consumir água de piscinas Cerca de 80 mil imóveis continuam sem luz Chuva deve continuar até sexta-feira Banco do Brasil anuncia ajuda a clientes de Santa Catarina Força Nacional de Segurança segue nesta tarde para SC Defesa Civil abre conta para doações Tragédia em Santa Catarina  Veja galeria de fotos dos estragos em SC   Número de vítimas deve subir  Para governador, será preciso muito recurso  Morador de Blumenau relata a situação        Na altura do km 30 da BR-470, ainda em Gaspar, o tráfego está sendo desviado pelo acostamento, em razão de um buraco. Em Blumenau, tiveram de ser organizados desvios nos km 51,8, onde ocorreu a queda de uma barreira, e nos km 63 e 87, em razão do afundamento da pista. Gaspar foi uma das cidades mais castigadas pelas chuvas. Até a noite de hoje, a Defesa Civil registrou 15 mortes, o terceiro maior número do Estado. Os alagamentos deixaram cerca de 2,5 mil moradores desabrigados. A BR-101, que atravessa o litoral catarinense e leva ao Rio Grande do Sul, permanece fechada na altura do km 235, em Palhoça, desde sábado, por conta da queda de uma barreira. Por esse mesmo motivo há um bloqueio parcial da rodovia no km 13, em Garuva, e no km 140, em Balneário. Na BR-282, em Águas Mornas, as quedas de barreiras no km 31 permitem a passagem apenas de veículos leves e caminhões vazios.

Mais conteúdo sobre:
chuvas Santa Catarina estradas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.