Chuvas podem atrapalhar retorno do carnaval em SP

Turista que está nas praias paulistas ainda poderá aproveitar o sol da manhã, mas a volta será com chuva

Fabio M. Michel, da Central de notícias, e Yolanda Fordelone, da AE,

23 de fevereiro de 2009 | 18h31

Na tarde e na noite desta terça-feira, 24, último dia do feriadão de Carnaval, é grande a possibilidade de pancadas de chuva em todo o Estado de São Paulo, por conta da chegada de uma frente fria. As informações são da Climatempo. Depois de provocar chuva forte e ventania neste domingo e na madrugada desta segunda-feira no Rio Grande do Sul, a frente fria chega ao litoral paulista nesta terça e encontra um ar ainda muito quente sobre o Estado de São Paulo. "Todo o calor armazenado e a chegada da frente fria, vão facilitar a formação de nuvens pesadas", diz a metereologista Josélia Pegorim.  Segundo a especialista, o turista que está nas praias paulistas ainda poderão aproveitar o sol da manhã, mas a volta para casa poderá ser debaixo de chuva forte. "Quem antecipar a viagem terá menos problemas com a chuva." A terça-feira ainda será muito abafada, mas na quarta-feira de cinzas o calor diminui um pouco. Todo o Estado de São Paulo terá muitas nuvens, menos sol e as condições de chuva são altas. Esquema de volta Começou no final da tarde desta segunda-feira a operação subida no Sistema Anchieta-Imigrantes para o regresso dos paulistanos para a capital. Segundo a Ecovias, responsável pelas rodovias Anchieta e Imigrantes, quem sai do litoral terá disponível oito faixas das pistas. Na subida para São Paulo, estão liberadas as duas pistas da rodovia dos Imigrantes e a pista norte da via Anchieta. Para a descida da serra, o motorista utiliza somente as duas faixas da pista sul da via Anchieta.Na última hora, 3.500 veículos subiram a serra em direção à capital. Em direção ao litoral, a concessionária registrou a passagem de 1.968 veículos. Desde à meia-noite de quinta-feira, quando teve início a contagem para o feriado, 421 mil veículos viajaram em direção ao litoral. No mesmo período, 189 mil veículos subiram a serra.A operação subida, que foi implantada às 17 horas de hoje, será mantida até a meia-noite. Ela será retomada amanhã a partir das 10 horas e se estenderá até a madrugada da quarta-feira de cinzas, quando a concessionária irá implantar a operação 4x6, com descida pelas pistas da Anchieta e subida pelas duas pistas da Imigrantes.Vale do ParaíbaNas rodovias que ligam São Paulo ao Vale do Paraíba, devem trafegar mais de 154 mil veículos pelas rodovias Ayrton Senna e Carvalho Pinto, segundo dados do Desenvolvimento Rodoviário S.A. (Dersa). A rodovia Ayrton Senna liga São Paulo a Guararema, a 80 quilômetros da capital paulista. Entre Guararema e Taubaté, a ligação é feita pela rodovia Carvalho Pinto.Nas rodovias Anhanguera e Bandeirantes, da zero hora de sexta-feira até as 7 horas desta segunda-feira, 243 mil veículos saíram da capital e 186 mil trafegaram no sentido contrário.Na Dutra, a expectativa da administradora NovaDutra é de que cerca de 262 mil veículos tenham deixado São Paulo e 161 mil veículos o Rio de Janeiro, entre sexta-feira e sábado. No regresso para a capital paulista, a empresa alerta que o horário de pico deve ocorrer das 16 horas às 20 horas da terça-feira (espera-se 6.400 veículos por hora) e entre as 6 horas e as 9 horas de quarta-feira de cinzas (o fluxo deve ser de 8.500 veículos por hora).   

Tudo o que sabemos sobre:
carnavalSão Paulotrânsitolitoral

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.