Ciclista atropelado tem quadro estável, diz hospital

O ciclista David Santos Souza, de 21 anos, que teve o braço direito arrancado ao ser atropelado na Avenida Paulista pelo estudante de psicologia Alex Siwec, 22 anos, apresenta quadro estável, de acordo com a assessoria do Hospital das Clínicas, em São Paulo.

AE, Agência Estado

11 de março de 2013 | 12h05

David Souza passou por uma cirurgia para saturar a área em que o braço foi amputado. No momento, ele se encontra na Unidade de Tratamento Intensivo (UTI). O hospital informou que o paciente está consciente e respira sem a ajuda de aparelhos. Não há previsão de alta.

Atropelamento

Siwec voltava de uma balada com um amigo quando atropelou Souza, por volta das 5 horas e 30 minutos do domingo (10). O braço do ciclista foi arrancado e ficou preso no para-brisa do carro. O estudante fugiu do local e jogou o braço do rapaz no Córrego do Ipiranga, na Avenida Ricardo Jafet, zona sul.

A Polícia Civil concluiu o flagrante no domingo. Alex Siwec, de 22 anos, foi indiciado por homicídio doloso, omissão de socorro, fuga de local de crime e por crime de trânsito.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.