Ciclofaixa chega neste domingo à Guarapiranga

A ciclofaixa de lazer que chegará até a Represa do Guarapiranga, na zona sul da cidade de São Paulo, será inaugurada neste domingo (23). O trajeto ligará a atual ciclofaixa do Ibirapuera à ciclovia que margeia o Rio Pinheiros. De lá, o ciclista seguirá por um novo trecho de ciclofaixa até chegar à via de ciclistas que contorna parte da represa. Dessa maneira, será possível pedalar da Avenida Paulista até lá em pistas separadas, mas apenas nos domingos e feriados nacionais.

RODRIGO BURGARELLI, Agência Estado

20 Dezembro 2012 | 10h58

O novo ramal Guarapiranga das ciclofaixas de lazer terá 20,6 km de extensão em cada sentido. Desse total, 15 km pertencem a um trecho da ciclovia do Rio Pinheiros, inaugurada em 2010 e de responsabilidade do governo estadual. O trecho em questão vai da Estação Vila Olímpia da Companhia Paulista de Trens Metropolitanos (CPTM) até a Avenida Miguel Yunes. Por ser uma ciclovia, ela funciona todos os dias da semana e pode ser utilizada para deslocamentos diários.

Depois de seguir por toda a ciclovia do Pinheiros, os ciclistas entrarão em um novo trecho de ciclofaixa de lazer, que passará ao lado do Autódromo de Interlagos. Esse trecho terminará na Ciclovia Parque Praia São Paulo, com 3 km de extensão, nas margens da represa. Outro ponto de interesse que estará conectado ao trajeto é o Parque Jacques Cousteau, a poucos metros da Avenida Atlântica, também na orla da Guarapiranga.

Com esse novo trecho, a cidade terá um total de 60 km de ciclofaixas de lazer, espalhadas por todas as zonas da capital. Se forem levadas em consideração apenas as que são conectadas umas às outras, será possível sair do centro e pedalar até a Avenida Paulista ou o Parque do Ibirapuera e, de lá, seguir até a Represa do Guarapiranga sem sair de vias exclusivas para bicicletas. Apenas as ciclofaixas das zonas leste e norte ainda não são conectadas às outras. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo

Mais conteúdo sobre:
trânsito ciclofaixa Guarapiranga

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.