Ciclone se forma na Austrália, portos de minério ficam em alerta

O primeiro ciclone da temporada de tempestades da Autrália se formou no noroeste do país, mas não deve afetar as áreas costeiras pelo menos nas próximas 48 horas, afirmou o Escritório Australiano de Meteorologia nesta quarta-feira.

Reuters

09 de janeiro de 2013 | 07h37

As águas quentes da costa australiana são propícias para o registro de ciclones entre dezembro e abril, que tendem a prejudicar a produção de minério de ferro e petróleo.

O porto Hedland, na costa norte de Pilbara, atende a BHP Billiton, Fortescue e Atlas Iron no embarque de milhões de toneladas de minério por ano.

Os portos de Dampier e Cape Lambert, próximos ao Hedland, atendem à Rio Tinto, que no ano passado escoou mais de 200 milhões de toneladas de minério.

Representantes dos portos de Dampier e Port Hedland disseram que estão acompanhando o avanço do ciclone Narelle com atenção.

O minério de ferro teve a última cotação a 158,50 dólares a tonelada, maior preço desde outubro de 2011, em parte devido às compras antes de qualquer atraso nos embarques da Austrália potencialmente provocado por ciclones.

(Por James Regan)

Tudo o que sabemos sobre:
MINERACAOAUSTRALIACICLONE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.