Cidade de São Paulo teve 130 casos de dengue em 4 meses

O número é 15 vezes menor em relação à igual período de 2007, quando houve 2.021 ocorrências

ELVIS PEREIRA, Agencia Estado

09 de maio de 2008 | 16h50

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de São Paulo anunciou nesta sexta-feira, 9, que a capital paulista registrou 130 casos de dengue entre janeiro e abril. O número é 15 vezes menor em relação à igual período de 2007, quando houve 2.021 ocorrências. Nos últimos quatro meses, a doença não provocou nenhuma morte, ante duas verificadas no mesmo período em 2007. O número deste ano indica 1,2 caso da enfermidade para cada grupo de 100 mil habitantes, o que, de acordo com o Ministério da Saúde, aponta um nível "de baixíssima incidência da doença".A SMS atribui a redução ao pacote de ações contínuas de prevenção à doença infecciosa e de combate ao mosquito transmissor. Segundo a secretaria, o dado é positivo, principalmente, se for levada em conta a manutenção do controle dos números em março e abril, considerados os meses mais críticos para a possibilidade de transmissão da dengue. "A redução não é motivo para ignorarmos o Aedes aegypti", alertou o secretário Januário Montone, em nota. Na avaliação de Montone, apesar da tendência de diminuição na notificação de novos casos, a atenção aos possíveis criadouros do mosquito deve ser permanente e a sociedade e o poder público precisam redobrar a atenção e manter o estado de alerta contra a enfermidade. A Prefeitura conta com mais de 8 mil agentes que orientam os moradores sobre formas de evitar o aparecimento do inseto e também pretende instalar mais de 250 mil telas protetoras para caixas d''água em áreas com risco elevado de transmissão da doença.

Tudo o que sabemos sobre:
dengueSão Paulo

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.